IDEIAS EM PRÁTICA

Últimos Artigos

O importante está no simples

Introjetei, já faz um bom tempo, a ideia de que o importante pode estar no simples! A partir dai, a cada dia, adiciono outras aprendizagens que vêm confirmando a assertiva.

Hoje mesmo, enquanto pensava sobre o tema, leio o que nos disse Van Gogh: “Grandes realizações não são feitas por impulso, mas por uma soma de pequenas realizações”.

Na mesma direção, ouvimos: os oceanos são feitos de gotas d’água e os desertos de grãos de areia!

Nova York nos deu exemplos de que para combater a criminalidade é preciso começar pelos pequenos delitos. Os resultados foram positivos.

Outra lição, desta feita ligada à educação financeira, é a que passo para os filhos, netos e pessoas amigas: cuidado com os muitos pequenos gastos – eles poderão levar a um sério desequilíbrio financeiro. A vida prática nos mostra situações que confirmam o ensinamento.

Tudo isso, é provável, veio à tona por ter vivido bem recentemente um episódio que, para alguns, pode parecer muito simples. Chegou-se até a dizer que era “besteira”, mas determinados procedimentos, por mais simples que pareçam, retratam valores, princípios e conceitos os quais podem tranquilamente evidenciar, por isso mesmo, certa cultura não muito saudável!  Não são raras as justificativas no sentido de considerarem “simples situações” ou “besteiras” que redundam em “benesses” para alguns poucos e “prejuízos” para outros tantos.

Há um dito popular que nos diz; “de grão em grão a galinha enche o papo”. Creio caber também na presente abordagem.

Mas, a intenção de tratar do  simples foi influenciada, também, pela leitura de uma matéria publicada em uma conhecida revista semanal que trata sobre “A vitamina do Sol” , ou seja, precisamente a vitamina D. Após pesquisas e pesquisas, passamos a saber que através do “rei sol” – considerando-se algumas cautelas relativas ao câncer de pele – podemos desfrutar  e sermos altamente beneficiadas com a importante vitamina D .

É muito simples tomarmos sol na “cidade do sol”. Será que os médicos e a população irão valorizar algo tão simples e importante?!

Atentemos: o importante - quase sempre - está no simples!

(Natal, 24 de janeiro de 2013)

 

Deixe seu Comentário