ACOMPANHE AS NOVIDADES

Últimas Notícias

Sexta, 15 de Dezembro de 2017

Professora Eleika homenageia Dr. Severino Lopes

O Professor Severino Lopes da Silva (in memoriam) foi o escolhido pela vereadora Professora Eleika para ser homenageado pelo Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. A honraria foi entregue durante Sessão Solene realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Natal, por proposição da vereadora Carla Dickson. Na ocasião, o homenageado foi representado pelo seu filho, Marcos Lopes. 

Para a vereadora Professora Eleika, as homenagens ao Dr. Severino Lopes serão sempre insuficientes, diante da importância dele para o Rio Grande do Norte. “Quando fiz parte da Secretaria de Educação do Estado, tive o prazer de conviver com ele, que ia praticamente todos os dias para lutar pela Educação Especial, área em que o nosso Estado ainda era altamente tímido. Ele era um homem a frente do seu tempo e merece todas as homenagens que possam ser oferecidas”, pontuou a parlamentar.

Filho do homenageado, Marcos Lopes ressaltou a gratidão da família pelo reconhecimento dado ao seu pai. “Nós agradecemos muito a professora e vereadora Eleika por dar a devida importância e reconhecimento à memória do nosso pai. Ele realmente dedicou sua vida às pessoas com deficiência. Antes do meu nascimento, ele começou a trabalhar nesta área e na década de 1980 foi o responsável por promover a primeira paraolimpíada do Norte/Nordeste, mas muita gente nem sabe disso. Ele também foi o fundador da APAE/RN, a segunda do país, criada após a do Rio de Janeiro. Essa história precisa ser mantida viva”, recordou Marcos Lopes. 

BIOGRAFIA

Severino Lopes nasceu em Macaíba - RN, no dia 12 de setembro de 1924 e mudou-se para Natal aos dois anos de idade. Formado em Medicina pela Faculdade Federal da Bahia em 1951. Ainda estudante, publicou em parceria com o Dr. Viomário Silva, o livro intitulado: “Crime e Doença Mental - Relação de Interdependência”. Ao retornar a Natal, em 1952, foi ser médico-sanitarista do Estado. Como tinha formação neuropsiquiátrica foi destacado para trabalhar no Hospital de Alienados, no Alecrim. 

Em 1955, Severino Lopes, juntamente com o advogado Eider Furtado, o médico Adoasto Zacarias e os empresários Militão Chaves, Raimundo Chaves e Rui Paiva, fundou a Sociedade Professor Heitor Carrilho, com o objetivo de atender aos pacientes egressos de hospitais psiquiátricos. Em junho de 1956, foi fundada a Casa de Saúde Natal, fruto da sociedade de Severino Lopes com os médicos Aldo Xavier e Oto Júlio Marinho. Desde a fundação, o hospital introduziu práticas terapêuticas como a música, cinema, biblioteca, comemorações de datas festivas e atividades físicas.

Na década de 1960, Dr. Severino Lopes foi um dos fundadores das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs) de Natal, Mossoró, Currais Novos, Ceará Mirim e Caicó. Incentivador do esporte paraolímpico, sempre foi defensor e precursor da Educação Física e do desporto para as pessoas portadoras de deficiências.

O Dr. Severino Lopes faleceu aos 78 anos, no dia 08 de novembro de 2002, de complicações cardiovasculares decorrentes da diabetes. Em 2005, a Casa de Saúde Natal passou a se chamar Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes.


Foto: Evaldo Gomes

Deixe seu Comentário